Browse By

Unir Polígonos em um único Shapefile – Metodo II

Conforme prometido, no tutorial de hoje vamos voltar a um tema já falado aqui, unir polígonos em um mesmo arquivo shapefile.

Esse tema foi tratado no post “Unindo polígonos em um único shapefile – Metodo 1” onde vimos uma forma fácil, e mais demorada, de se montar um mosaico de vetores provenientes de arquivos diferentes.

Por que unir polígonos?

Muitas vezes precisamos divulgar algum dado, utilizar em outro projeto, vários arquivos que possuem uma característica que ressalta quando colocamos lado a lado.

Limites de municípios, dos estados, rios, são ótimos exemplos de arquivos que podem ser unidos devido a semelhança entre si.

Hoje, de acordo com o IBGE o estado de Minas Gerais possui 853 municípios.

Agora imaginem, publicar 853 limites separadamente no site, agora lembre-se que temos outros 25 estados.

Nesse simples exemplo, é possível pensar em dois arquivos distintos a serem publicados, o de Limites Estaduais, e o de limites municipais.

Portanto unir esse arquivos em um lugar apenas facilita muito a organização e acesso aos dados.

QGIS + SAGA

O QGIS tem uma grande vantagem que é integrar com outros sistemas de SIG e utilizar seus algorítimos sem que seja necessário mudar para outro programa.

Um exemplo é o  SAGA, um sistema voltado para análise de dados espaciais e que “empresta” seus algoritmos aos softwares que participam na OSGEO.

Em especial, vamos aprender a utilizar o algorítimo Merge Layer Vectors.

Ele foi criado no intuito de unir as camadas  em um só arquivo, mesmo elas estando em pastas diferentes em seu computador, para isso basta que as camadas estejam dentro do seu projeto, agilizando o processo.

Com ele não precisamos criar um arquivo de base como fizemos no método 1, más, para manter a organização dos dados, é importante que as tabelas de atributos sejam idênticas em todos os arquivo.

Podemos também escolher quais arquivos queremos unir, fato que ajuda muito, principalmente quando já temos muitas camadas no projeto mas não queremos unir todas. Por exemplo: unir todas as camadas de talhões, municípios de um estado e etc,).

 

CAIXA DE FERRAMENTAS

Essa é uma das belezas do QGIS, utilizar algoritimos disponíveis em outros sistemas sem a necessidade de utilizá-los diretamente,

Para tanto é necessário ativar o menu PROCESSAR, através do menu Complementos > Gerenciar e instalar complementos.

Nesse menu podemos ter acesso aos mais diversos algorítimos através da CAIXA DE FERRAMENTAS, sejam eles nativos ou não do QGIS.

Na versão 2.18 já existe uma gama de opções que já vem na instalação padrão, como por exemplo:

  • GRASS, voltado para processamento de imagens,
  • Sistema R, utilizado em geoestatística, Orfeo, utilizado no sensoriamento remoto,
  • GDAL, com as bibliotecas para uso de imagens de satélites, entre outros.

Uma infinidade fantástica de funções disponível sem precisar mudar de software para serem utilizadas, sem contar o fato de que você pode criar suas próprias funções.

O PDF do tutorial pode ser baixado aqui.

Os arquivos utilizados no exemplo são os mesmos do método 1, e podem ser baixados aqui.

Para elaboração foi utilizado a versão 2.18.4 – Las Palmas, e é possível reproduzir nas versões anteriores  que possuem a Caixa de Ferramentas, e nas versões LTR também…

2 thoughts on “Unir Polígonos em um único Shapefile – Metodo II”

  1. GEOCRIMES says:

    Parabéns pelo tutorial!

    1. Kyle Felipe says:

      Obrigado!
      Espero que tenha ajudado.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: